Os Detectores modernos de Física das Partículas consistem num grande número de detectores mais pequenos de diferentes tipos, cada tipo tendo uma tarefa bem definida na reconstrução das propriedades das partículas. Os cientistas podem deduzir o que se passou numa colisão entre partículas, combinando a informação proveniente dos diferentes detectores.

Em experiências de Física de Partículas são usados principalmente três tipos de detectores:

Os calorímetros são ainda separados em calorímetro electromagnético e em calorímetro hadrónico, estando o calorímetro electromagnético mais próximo do ponto de interacção.

Seleccione a ligação abaixo para lançar uma animação que mostra como é que as diferentes partículas são vistas quando viajam num detector típico. A animação mostra uma fatia do detector CMS, que é um dos dois grandes conjuntos de detectores no acelerador LHC. Na animação pode seleccionar no canto superior esquerdo quatro tipos diferentes de partículas, para ver como é que são detectadas e caracterizadas. A animação precisa do programa Adobe Flash Player.

Comece a animação